sábado, 22 de julho de 2006

Sobre a polémica dos Exames...

Não resisti a falar do assunto, por isso lamento caros leitores, mas cá vai o comentário:

Diz-se que o Exame de Química continha um erro crasso pois uma das questões violava descaradamente uma das Leis básicas da Química postulada por Lavoisier sobre a conservação da massa...

É certo que é uma nódoa tremenda que ficará no pano do nosso ensino. O Ministério da Educação tem todas as culpas, assim como os professores que produziram o Exame...mas e os alunos?

Posso falar da matéria porque a minha irmã foi uma das beneficiadas pela ideia peregrina da Sra.Ministra e repetiu o exame de Química porque chumbou o 1º. Eu acho que não devia haver repetições. E nem é preciso entrar em grandes considerações de justiça...qualquer aluno que tivesse o conhecimento mínimo de química teria escrito no seu exame como resposta à pergunta onde a Lei de Lavoisier era violada "A solução à pergunta é impossível pois viola a Lei da conservação da massa de Lavoisier porque bla bla bla"...o Ministério só tinha de contar esse tipo de resposta como certo e dar a cotação...
O erro já que por incompetência do Ministério não foi ultrapassado a tempo, poderia ao menos ter sido corrigido pelos alunos...porque sinceramente, um aluno de Ciências que chegue ao 12º ano e não saiba um dos princípios básicos da Química não merece mesmo passar à cadeira.
Seria a mesma coisa que eu chegar a um exame de Direito, dizer uma bacorada como "qualquer pessoa pode revogar uma lei que não lhe convenha, com o argumento de que tem o costume de não obedecer a leis que não lhe sejam benéficas" e mesmo assim passar à cadeira...

A culpa é da Ministra que deveria ser demitida não fosse o compadrio esquerdista...usando a expressão de um socialista e tudo, apesar de sobre outra temática, "Por menos que isso, rolou em França a cabeça de Luís XVI"...
Quanto aos alunos...se tivessem realmente conhecimentos de Química teriam dado a resposta igual ou parecida com a que sugeri...

E não digam que não tenho razão ao afirmar que, no tempo do Dr.Oliveira Salazar não haviam estas palhaçadas na Educação e de certeza que um aluno no 12º ano saberia mais de Química que o/os professor/professores que elaborou/raram o exame...

3 comentários:

Sucesso disse...

já nao é a primeira vez que ocorrem erros em exames. Lembro me ha uns anos atras ter acontecido o mesmo num exame de matematica do 11º ano. O exame não se repetiu e a cotaçao do grupo foi distribuida pelos restantes grupos. Se foi justo ou nao? Isso cada um na altura falou o que sentia. Quanto a mim... simplesmente nao acho justo haverem erros deste tipo, nem estas faltas de responsabilidade. Lindos exemplos se dao a juventude. Todo o ser humano erra mas vamos com calma. Nao se admirem daqui a uns anos alguem justificar uma falta de responsabilidade sua com estas coisas que nao deveriam acontecer. Para mim o ensino esta um caos e vai de mal a pior! Abram os olhos... parece que estamos a educar "atrasados mentais". Alguem me desculpe o termo mas a minha revolta com o ensino é muito grande e nao é so de agora. Tudo é anti pedagogico... e o resultado esta a vista... as pessoas deixaram de pensar e de usar a "massa cinzenta". Ate onde isto vai????Nao entendo estes governantes... possivelmente eles tambem ja sao vitimas de ensinos ditos "revolocionarios" mas que so fazem com que as pessoas deixem de evoluir... ops... ja me alonguei demais...Fantasma... que tal puxares os pes a esta gente????

Fantasma da Opera disse...

Dá-me uns aninhos e deixa-me acabar o curso que vais ver se não lhes vou lá puxar;)

Sucesso disse...

Fico á espera... olha que palavra de fantasma... não volta atras ;)